Hipóteses

objA formulação da hipótese está relacionada diretamente problema que você delimitou a partir do tema relacionado a determinado assunto. Em pesquisas descritivas ou expositivas assim como nos estudos qualitativos a formulação de hipóteses não é obrigatória. Hipóteses nada mais são que suposições  dos achados que você espera encontrar ao final do estudo. Desta forma a hipótese é provisória, mas de extrema importância porque sinaliza se o modelo de estudo que se pretende realizar representa ou não a realidade.

Em uma monografia, geralmente o termo mais utilizado seria o de suposição mesmo, ao invés de hipótese.  A suposição nunca apresenta um resultado possível de ser verificado, nunca contam com uma solução para o problema da monografia.

No momento da execução do trabalho sua hipótese será colocada à prova com a finalidade de determinar se ela é verdadeira. Para isso se faz necessária a utilização de testes estatísticos ou, também conhecido como teste de hipóteses para confirmar ou rejeitar a hipótese nula.

IMPORTANTE:  HIPÓTESES NÃO são perguntas, mas SIM AFIRMAÇÕES. Alguns autores utilizam a expressão “questões norteadoras” em vez de hipóteses.

Alguns tipos de estudos (estudos quantitativos) exigem que ao final da introdução, o autor formule uma suposição dos achados que espera encontrar (hipóteses) que devem ser comprovadas vias testes estatísticos.

Exemplos de como as hipóteses podem ser formuladas:

  • A hipótese deste estudo é que a prática de atividade física influencia na diminuição da pressão arterial de maneira diferenciada em homens e mulheres;
  • A  hipótese deste estudo é que ocorre um aumento no nível sérico de colesterol em homens hipertensos e fumantes;
  • A  hipótese deste estudo é que a pressão sanguínea sistólica é aumentada em mulheres na faixa etária de 30 a 35 anos que fazem uso de anticoncepcional.

Ao final do estudo você pode relatar que: O presente estudo não confirmou ou confirmou a hipótese inicial de que…. portanto….

 

Deixe uma resposta